https://www.facebook.com/soribeiro14

https://www.facebook.com/soribeiro14
"As vezes falta rumo e sobra perna, o jeito é andar".

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013


A vida acaba um pouco e recomeça, cada vez que um dia se apaga.
E aí, teremos mais 24 horas de histórias pra contar (se soubermos fazer valer), e muitas outras horas em branco pra escrever momentos lindos. (se Deus permitir)
E no fim, só levaremos os sorrisos que trocamos com aqueles que amamos, os dias de chuva embaixo do edredom vendo um filme água com açúcar, as viagens aos lugares que sempre sonhamos conhecer, o abraço dos amigos, o amor da família que nunca nos deixará ir embora de vez... Deixaremos o que foi feito, e o que, por orgulho ou falta de tempo, deixamos de dizer.
Então, que vivamos um pequeno grande momento a cada dia. Nem que seja uma caminhada a beira-mar, um sorvete com a melhor amiga, um pedido de desculpas, um reencontro com alguém que já foi tão especial... Uma tarde brincando com o filho no chão da sala, um almoço na casa da avó, e até uma madrugada inteira dançando e bebemorando a vida.
A nossa música preferida tocando repetidamente, um livro inteiro lido em algumas horinhas, uma ligação no meio do dia só pra dizer: ‘gosto tanto de você’.
Que tenhamos força e vontade pra sair da frente da TV e ir ali ver a vida de perto, pisar na areia, molhar os pés no mar, amar sem restrições. Que tenhamos fé pra acreditar que amanhã vai ser melhor, e, se não for, a gente tenta de novo, até tudo dar certo, sempre andando pelo caminho do bem. Que nossos erros sejam aqueles guiados pelo coração e nunca pela maldade e pela vontade de vingança.
Que a gente faça valer, passando por cima do que dói, jogando a tristeza na gaveta do esquecimento. Que a vida nos reserve momentos lindos, mas que não precisemos só de sorte pra alcançar o que desejamos. Porque temos a vontade de fazer acontecer.
Que a gente siga, apesar de. 
E que a gente plante os tais pequenos grandes momentos todos os dias, e amanhã, colha grandes histórias e uma saudade bonita de contar.

E o que a gente leva, não é o que encanta os olhos, mas o que toca o coração.

Karla Tabalipa

3 comentários:

Vania Lucia disse...

É isso Sô, um dia de cada vez e assim vamos compondo a nossa história.
Um dia triste, um dia alegre, um dia sem graça, noutro muito estranho...Assim... Um dia de cada vez...
Bjim

literaturaemcontagotas disse...

Como sempre o blog está lindo, amiga! Cheio de mensagens para refletir, para nos emocionar, divertir, alegrar...
Beijos mil e fica com Deus!
Karina

*Sô* disse...

queridas, amo a viita de vcs e o carinho!
obrigada, bjus